Press Releases

  • 18/06/2019

    Ciclo de Leituras Teatrais na Vivo apresenta “Benditas Mulheres”

    A Vivo apresenta, no próximo dia 25 de junho, às 19h, a leitura dramática do texto inédito “Benditas Mulheres”, de Célia Regina Forte, com direção de Elias Andreato. No elenco estão as atrizes Helena Ranaldi, Claudia Missura, Noemi Marinho e Carol Rainato. “Benditas Mulheres” é o terceiro texto do projeto Ciclo de Leituras Teatrais na Vivo, que acontece mensalmente no Auditório Eco Berrini (Av Engenheiro Luís Carlos Berrini, 1376). A apresentação é aberta ao público, com entrada franca. As vagas são limitadas. Para participar, basta se inscrever pelo site Compre Ingresso Rápido . Após a leitura, haverá um bate-papo com o elenco e a participação aberta do público.

  • 17/06/2019

    Vivo traz apresentações inéditas da Orquestra Filarmônica Jovem de Boston para Ribeirão Preto e Campinas

    A Orquestra Filarmônica Jovem de Boston se apresenta pela primeira vez no Brasil e, por meio do apoio da Vivo, os moradores das cidades de Ribeirão Preto e Campinas poderão assistir aos concertos da filarmônica, considerada uma das melhores orquestras jovens do mundo. Regida por seu diretor artístico, Maestro Benjamin Zander, a orquestra é composta por 120 músicos entre 12 e 21 anos.
    Além dos concertos principais, os músicos irão realizar ensaios abertos nas duas cidades, que serão acompanhados por jovens de cinco instituições indicadas pelo comitê de voluntariado da Fundação Telefônica Vivo.  As apresentações acontecem dia 20 de junho no Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto, e no dia 22 de junho no Teatro Castro Mendes, em Campinas. Os dois concertos terão participação da pianista Anna Fedorova.

  • 12/06/2019

    Vivo lança solução de Big Data para combater fraudes no setor financeiro e varejista

    A Vivo Empresas – segmento B2B da Telefônica Brasil – apresenta ao mercado uma nova solução de Big Data durante o CIAB 2019, que acontece até o dia 13 de junho, em São Paulo. Desenvolvida para o mercado financeiro e varejista, a solução, nomeada de Antifraude, tem como objetivo principal reduzir o risco de falsidade ideológica ao checar a veracidade das informações declaradas pelos clientes no momento da solicitação de crédito ou compra de serviços e produtos.