Compliance

A atuação ética de nossa administração, assim como de todos os nossos colaboradores, é assegurada pelos Princípios de Negócios Responsáveis – o código de ética da Telefônica. Suas diretrizes são globais e definem a maneira como nos relacionamos com nossos públicos e garantem a geração de valor no longo prazo para nossos acionistas e para a sociedade, viabilizando mecanismos para a tomada de decisão de nossos profissionais frente a dilemas éticos e eventuais situações que estejam em desacordo com a legislação. Realizamos um amplo processo de treinamentos para reforçar os Princípios de Negócios Responsáveis a 100% de nossos colaboradores.
 
A área de Compliance tem como missão ser referência em cumprimento normativo e ética empresarial, agregando valor aos nossos stakeholders, protegendo a empresa e nossos colaboradores, reduzindo riscos de descumprimento e enriquecendo ainda mais a nossa cultura baseada em integridade e ética. A área de Compliance atua em conjunto com as demais áreas da empresa na manutenção constante de nossa excelência empresarial. 
 
No Grupo Telefônica foi criada a área de Compliance, liderada por um Chief Compliance Officer, que reporta diretamente ao Comitê de Auditoria e Controle do Conselho de Administração da Telefônica S.A. Isso nos permitiu reforçar a supervisão independente sobre atividade de toda a empresa, assim como os processos e atividades que contribuem para reforçar a cultura de compliance em todo o grupo. Essa função está sendo implementada e monitorada em todos mercados em que atuamos. 
 
Aqui na Telefônica Brasil, nosso programa de Compliance, chamado #VivoDeAcordo, conta com importantes pilares para sua sólida implementação: o comprometimento total da alta direção; uma estrutura robusta de colaboradores especializados responsáveis pelas ações do programa; constante análise e avaliação dos riscos do negócio; políticas internas que tratam de temas diversos, tais como combate a corrupção, segurança da informação, presentes e entretenimento, entre outros, em consonância com as diretrizes globais e normativas internas bem estruturadas e disponibilizadas aos funcionários; treinamentos de compliance periódicos para todos os atuais e novos colaboradores  e um canal de consultas ativo para ajudar na resolução de dúvidas sobre todo o programa. 
 
O programa está em vigor para todos os colaboradores, incluindo diretores e conselheiros e também para aliados por meio de ações de prevenção, detecção, remediação e integridade como, por exemplo, comunicação exaustiva do programa de compliance para todo o público Telefônica: treinamento de anticorrupção da legislação aplicável, incluindo o FCPA, criação do portal de políticas, canal de consultas, entre outros.
 
As diretrizes e valores previstos no Princípio de Negócios Responsáveis aplicam-se explicitamente a todos os colaboradores, diretores e conselheiros, independentemente da posição na hierarquia corporativa, sem exceções, bem como as pessoas ou entidades que fornecem bens ou serviços. Estes terceiros, por sua vez, também estão sujeitos à Política de Sustentabilidade na Cadeia de Fornecimento.
   
A companhia está ciente da importância da sua cadeia de fornecimento tanto por sua presença internacional quanto pelo impacto e os valores envolvidos no seu volume de negócios. Por este motivo, promove, estabelece e mantém altos níveis de exigência de responsabilidade no que diz respeito aos seus fornecedores, promovendo entre estes o cumprimento, não só de padrões de qualidade de produto e/ou serviço, mas também de padrões éticos, sociais, ambientais e de privacidade em todo o relacionado com a cadeia de fornecimento da Telefônica. 
 
Como uma das bases dos nossos Princípios de Negócios Responsáveis, o respeito e o compromisso com os direitos humanos norteiam avaliações regulares e periódicas de impactos em nossa cadeia de valor. Buscamos sempre identificar, mitigar e gerir riscos em conformidade com os princípios orientadores para aplicação do marco "Proteger, respeitar e remediar" da ONU. Ainda, nossas cláusulas contratuais permitem a realização de diligências de combate à corrupção sobre pessoas/entidades não controladas, além de seu monitoramento. 
 
O compromisso da Telefônica com o respeito aos direitos humanos é reforçado continuamente e remete a 2006, quando o tema se tornou um dos pilares dos Princípios de Negócios Responsáveis. Em 2012, fomos pioneiros na realização de uma avaliação global de impacto de nossas operações de acordo com os Princípios Orientadores sobre Empresas e Direitos Humanos, elaborados pela ONU.
 
Acreditamos que, além dos esforços que cada empresa pode fazer em sua cadeia de valor, o diálogo e a colaboração contínua entre governos, corporações, sociedade civil, investidores e outras partes interessadas é a forma mais eficaz de alcançar avanços expressivos para garantir a proteção dos direitos humanos. Por isso, em 2013, o Grupo Telefônica constituiu, junto com outras operadoras e indústrias do setor de telecomunicações, o Grupo de Diálogo da Indústria de Telecomunicações para a Liberdade de Expressão e Privacidade. Como membro desse grupo, a companhia é uma das signatárias dos “Princípios sobre Liberdade de Expressão e Privacidade”.
 
 
 

© 2012-2013 Telefônica S.A. Todos os direitos reservados.