Buscar

Notícias

  • 12/03/2021

    Vivo é destaque do setor no ranking Merco de reputação corporativa

    A Vivo é a empresa com a melhor reputação do setor de telecomunicações no Brasil, de acordo com o Monitor Empresarial de Reputação Corporativa (Merco), anunciado esta semana. No ranking geral de empresas, a Vivo subiu 13 posições e ocupa a 33ª colocação, à frente de empresas nacionais e internacionais de diferentes setores. O prêmio Merco das "100 Empresas com a Melhor Reputação Corporativa" está em sua sétima edição e é referência em países da América Latina e na Espanha. A pesquisa multistakeholder foi realizada no Brasil entre julho e dezembro de 2020, e ouviu 2.366 entrevistados, entre diretores de grandes empresas, especialistas de vários setores, como analistas financeiros, membros do governo, acadêmicos e representantes de ONGs e consumidores em geral, avaliando 12 dimensões reputacionais.

    A Vivo atribui a conquista às suas sólidas práticas ambientais, sociais e de governança (ESG). "Durante esta pandemia, buscamos em gerar ainda mais valor para a sociedade, conectando pessoas de forma ampla e inclusiva, com uma atuação responsável, ética e sustentável", revela o VP de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Vivo, Renato Gasparetto. Por meio da Fundação Telefônica Vivo, a empresa destinou R$36,6 milhões para a compra de equipamentos hospitalares e alimentação de famílias mais afetadas durante a pandemia e adicionou serviços e opções de parcelamento aos clientes. Para ajudar as empresas, expandiu sua plataforma de relacionamento Vivo Valoriza para os pequenos e médios negócios e realizou o pagamento de cerca de R$ 2 bilhões para os pequenos e médios fornecedores. Também impulsionou os temas ambientais, tornou-se empresa carbono neutra em emissões diretas e lançou o movimento Recicle com a Vivo, para mobilizar a sociedade para o descarte adequado dos resíduos eletrônicos.

    https://www.merco.info/br/actualidad/merco-lanca-setima-edicao-do-ranking-das-100-empresas-e-lideres-com-melhor-reputacao-no-brasil

voltar
 

© Telefônica S.A.