Vivo é a empresa mais sustentável do Brasil no ISE B3

São Paulo, 2 de janeiro de 2024 - A Vivo é a nova líder do ISE, Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3, em vigor a partir deste mês. A lista atual contempla 78 empresas, de 36 diferentes setores.  Este é o terceiro ano consecutivo da companhia entre as Top 5 da carteira, destacando-se em critérios como Governança Corporativa, Capital Social, Modelo de Negócio e Inovação, Meio Ambiente e Mudanças no Clima e pontuação acima da média da carteira.

“Evoluímos em todas as dimensões da avaliação, um resultado que reflete a sustentabilidade como pilar estratégico do nosso negócio, que é norteado por princípios éticos e ações consistentes nos aspectos, ambiental, social e de governança”, diz o vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Vivo, Renato Gasparetto.

A empresa tem na governança a base viabilizadora destes avanços, com um Plano de Negócio Responsável com mais de 100 indicadores e metas de médio e longo prazo. Cerca de 20% da remuneração variável na Vivo é atrelada à indicadores de sustentabilidade, como diversidade, redução de emissões, NPS e reputação.

No aspecto de diversidade, 33% do Conselho de Administração da companhia é composto por mulheres. A Vivo tem cerca de 44% de presença feminina no seu quadro de colaboradores, sendo mais de 37% delas em cargos de liderança executiva. Atualmente, mais de 41% dos colaboradores da Vivo são profissionais negros. A empresa alcançou a marca de 32,5% de negros na liderança, de acordo com o último Censo de Diversidade realizado pela companhia, resultado da ampliação de ações afirmativas, principalmente voltadas a contratação de pessoas negras, quanto ao plano intencional de proporcionar reflexões sobre a luta antirracismo, vieses inconscientes, responsabilidade da liderança na carreira de colaboradores negros, além do amadurecimento das equipes em relação à autodeclaração racial, que inclui questões de segurança psicológica, aceitação e consciência das raízes históricas.

Por meio da Fundação Telefônica Vivo, a companhia também atua no pilar social com o desenvolvimento de competências digitais junto a alunos e educadores de escolas públicas, impactando, só em 2022, mais de 2,2 milhões de pessoas em diferentes iniciativas.

Empresa neutra em carbono, a Vivo compensa as emissões que não pode evitar com investimento em projetos de preservação da Floresta Amazônica. Nos últimos oito anos, reduziu em quase 90% suas emissões próprias, resultado do consumo de energia 100% renovável e biocombustíveis, modernização de equipamentos e maior controle e eficiência operacional.

Para atingir seu principal desafio de longo prazo, que é chegar a zero emissões líquidas até 2040, a Vivo mantém um programa de redução de emissões junto aos seus 125 fornecedores carbono intensivos.  A agenda de sustentabilidade envolve, da alta liderança aos times de loja e de campo, engajados em boas práticas como por exemplo, o Vivo Recicle, que no último ano recolheu 12 toneladas de resíduo eletrônico junto a consumidores e colaboradores. A Vivo também foi reconhecida pelo Pacto Global da ONU no Brasil na COP 28 com o prêmio “Guardiões pelo Clima”, resultado das suas iniciativas e compromissos de descarbonização.