Vivo realiza emissão de R$ 3,5 bi em debêntures vinculadas a ESG

São Paulo, 30 de junho de 2022 – A Vivo anuncia a emissão de R$3,5 bilhões em Sustainability–Linked Bonds (SLBs), instrumento de dívida vinculado ao atingimento de metas ESG. Os compromissos, até 2027, preveem, no pilar ambiental, a redução de 40% das emissões diretas de gases de efeito estufa em relação a 2021. Na esfera social, a Vivo propõe atingir um indicador maior ou igual a 30% de negros em cargos de liderança. Os recursos serão, integralmente, utilizados para reforço de caixa, atendendo aos negócios de gestão ordinária da empresa.

A companhia lançou seu primeiro Sustainability-Linked Financing Framework com avaliação independente realizada pela Bureau Veritas (Second Party Opinion).  O documento fornece as diretrizes adotadas pela Vivo para emissões de títulos de dívida, alinhados aos Sustainability-Linked Bond Principles 2021 (“SLBP”) da International Capital Market Association (“ICMA”) e Sustainability-Linked Loan Principles 2021 (“SLLP”) da Loan Markets Association (“LMA”). O material apresenta a estratégia de sustentabilidade da empresa e descreve a gestão da companhia frente às metas atreladas à operação. 

Esses compromissos integrarão o Plano de Negócio Responsável da Vivo (PNR), que contribui para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável/Agenda 2030 da ONU. "As metas que assumimos em nossa primeira emissão, vinculada a desafios ESG, dialogam com nossas ações internas voltadas à promoção da diversidade e atuação pela economia de baixo carbono. Isso demonstra o quanto a sustentabilidade permeia nossa estratégia de negócios, trajetória e visão de longo prazo”, afirma o CEO da Vivo, Christian Gebara.